segunda-feira, 23 de abril de 2018

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi instituído pela UNESCO em novembro de 1995, procurando fomentar o gosto pela leitura e, simultaneamente, respeitar a obra daqueles que, pela escrita, têm contribuído para o progresso social e cultural da Humanidade. A data foi escolhida por ser o dia em que se cruza a morte de Shakespeare, Cervantes e Garcilaso de la Vega, em 1616, e o nascimento de autores com Vladimir Nabokov e George Steiner. 

 A comemoração do Dia Mundial do Livro é a celebração "das liberdades que os tornam possíveis", escreve a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay. "Quando celebramos livros, celebramos atividades - escrever, ler, traduzir, publicar - que contribuem para a realização humana. E celebramos, fundamentalmente, as liberdades que os tornam possíveis", como "a liberdade de expressão e a liberdade de publicar", e "essas são liberdades frágeis", alerta Audrey Azoulay, na sua primeira mensagem para o Dia Mundial do Livro.

Sem comentários: