quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Para os elementos do bando dos quatro, que um dia, me convidaram para jantar em minha casa.
Bem-Haja


OS AMIGOS QUE ME ACOLHERAM

Pediram permissão,
Para entrar!
E tinha apenas uma mão,
Cheia de nada
Para lhes dar.
Com mãos de fada
Cozinharam a refeição
E convidaram-me para jantar.
Na ementa!
Os sabores da amizade,
Orvalhados com o afecto
Do meu vinho predilecto
Frutado de um curto serão
Pois! a noite fugia depressa.
No conforto do estar
Brindámos a promessa
Com convite para regressar
À minha casa franqueada
Aos amigos que me acolheram
E deixaram uma mão
Cheia de tudo.

Gilo

Com a Alma ferida, fui acolhido por este cantinho.
Até ao Dia Mundial da Poesia espero ser merecedor do vosso acolhimento.

Sem comentários: