domingo, 3 de maio de 2015

Poema à Mãe de Eugénio de Andrade!

Sem comentários: